Nossos Parceiros e Patrocinadores. Clique aqui para anunciar nesse site

 
 
banner
set 5, 2018
443 Visualizações
5 0

Não, ninguém roubou o seu emprego

Escrito por
Compartilhe:

Não, ninguém roubou o seu emprego. Não, o seu emprego não está sendo entregue para outras pessoas. “Empregos” não são coisas físicas, portanto eles não podem ser propriedade privada. Não há como você ser dono de um “emprego”, portanto não há como alguém “roubar” o seu emprego. Quando você diz que conseguiu um “emprego”, isso apenas significa que uma outra pessoa resolveu trocar o dinheiro dela pelos seus serviços. E isso não significa que essa pessoa tem a obrigação de continuar contratando os seus serviços.

As pessoas que resolveram fazer uma troca voluntária com você no passado podem preferir fazer uma troca voluntária com outra pessoa no futuro. Embora você possa achar isso ruim, ninguém está lhe agredindo ao escolher contratar outra pessoa. Isso não faz com que você seja uma vítima. Você não tem o direito de ter um “emprego”, da mesma maneira que uma loja de conveniência não tem o direito de forçá-lo a comprar um lanche.

Um contrato de emprego é uma troca voluntária. Após os serviços combinados terem sido prestados, essa relação pode ser encerrada a qualquer momento, por qualquer uma das partes.

Quando você tem um emprego, você nada mais é do que um vendedor: você está vendendo um produto (o seu trabalho e os seus esforços) por um preço (o seu salário). E o seu empregador (seu chefe) nada mais é do que um cliente: ele resolveu comprar uma quantia do seu produto por um determinado preço e por um determinado período. A menos que você seja o tipo de pessoa que prefere pagar mais caro por produtos e serviços de menor qualidade, é hipocrisia você ficar choramingando apenas porque alguém resolveu aproveitar uma oferta mais em conta do que a sua.

Se alguém consegue fazer a mesma coisa que você faz por um preço menor e/ou com maior qualidade, então você deveria entender que as pessoas estão certas em contratar o seu concorrente. E se você quer usar a força do governo para prevenir que você tenha concorrência, apenas para o seu benefício, mas em detrimento de todo o resto da população, você nada mais é do que uma pessoa suja e imoral.

 

Traduzido e adaptado do original escrito em 27 de janeiro de 2018.

Compartilhe:
Tags dos artigos:
· · ·
Categorias dos artigos:
Economia

É um ativista libertário que ficou preso por questionar a receita federal americana.

Comentários para Não, ninguém roubou o seu emprego