banner
5 meses atrás
846 Visualizações
7 0

O mais belo e poderoso discurso libertário de todos os tempos

Escrito por
Compartilhe:

Esta é uma tradução de um discurso libertário do americano Larken Rose.

Vídeo:

Você não pode nem começar a imaginar de quantas maneiras diferentes o mundo é o perfeito oposto daquilo que te ensinaram a acreditar que fosse. Você vê o cara que vende, voluntariamente, drogas para consumidores para que ele possa alimentar sua família como a “a escória da Terra”, enquanto você vê o hipócrita que dá dinheiro roubado em nome do governo como um santo!

Você vê o cara que tenta se defender do roubo praticado pelos bandidos estatais como um safado e sonegador, mas vê como virtuoso o político que dá esse espólio para pessoas a quem ele não pertence. Você vê o policial como um cara bom quando ele retira um homem de perto de seus amigos e família e o joga na prisão por dez anos por ele ter fumado uma folha. E você vê qualquer um que se defenda desse fascismo bárbaro como “a mais baixa forma de vida”; Um assassino de policiais.

Na realidade, a maior parte dos vendedores de drogas é mais virtuoso que qualquer trabalhador social do governo. E prostitutas têm de ter muito menos vergonha que qualquer político safado porque elas só trocam ou vendem aquilo que é delas por direito, e somente com aqueles que querem trocar com elas. O cidadão de nariz em pé, que vai à igreja e paga seus impostos e vota em republicanos ou democratas é muito mais desprezível e uma maior ameaça à humanidade do que o hippie mais promíscuo, preguiçoso e cheirador de drogas. Por quê? Porque o hippie está disposto a deixar os demais serem LIVRES e o eleitor NÃO. O dano causado à sociedade por hábitos ruins não é NADA se comparado à violência auto-justificada em nome do estado.

Vocês se imaginam como caridosos e tolerantes quando vocês na verdade não são nada nem parecido com isso. Até mesmo os nazistas tinham bons modos quando eles não estavam matando pessoas. Vocês se acham “boas pessoas” porque vocês dizem “por favor” e “obrigado”? Você pensa que sentar naquela grande construção no domingo o faz nobre e correto?

A diferença entre vocês e um ladrão comum é que o ladrão tem a honestidade de cometer o crime por ele mesmo, enquanto você fica chorando para que o governo roube por você.  A diferença entre você e um bandido de rua é que o bandido é mais claro sobre a violência que ele comete, enquanto você deixa outros controlarem seus vizinhos em seu lugar. Você apoia o roubo, perseguições, violência e até assassinato mas não aceita responsabilidade por esses atos.

Vocês que são mais velhos querem que o governo roube de suas crianças para que você receba seu pagamento mensal. Seus pais querem que seus vizinhos sejam roubados para que a escola de suas crianças seja paga. Vocês votaram em qualquer safado que prometa roubar dinheiro de outras crianças para pagar pelo que VOCÊS querem.

Você exige que pessoas que se comportam de um modo que você não aprova sejam arrastadas e trancafiadas mas não se culpa pelas incontáveis vidas que seus desejos destruíram. Vocês ainda chamam os bandidos do governo de seus “representantes”, e você NUNCA se responsabilizam pelo mal que eles cometem. Você orgulhosamente dá apoio às tropas para matarem quem quer que seja que os mentirosos de Washington DC as  mandam matar e você se sente BEM com isso. Vocês se chamam de Cristãos ou Judeus ou dizem seguir alguma religião, mas a verdade é que o que você chama de religião não passa de enfeite. O que você REALMENTE adora; O Deus que você REALMENTE reverencia; AQUILO em quê você realmente acredita, é o ESTADO.

Tu não roubarás, tu não matarás — a menos que você possa fazê-lo através do governo. Se assim for, tudo bem, não é mesmo? Se for chamado de impostos ou guerra deixa de ser pecado, certo? Afinal, foi somente seu “Deus” quem disse que você não deveria matar ou roubar… mas o estado disse que tudo bem. É bem óbvio qual deles tem maior importância em suas mentes. Apesar de todas as igrejas e sinagogas e mesquitas nós vemos que esta nação tem Um Deus e somente Um Deus, e tal Deus é chamado de Governo.

Jesus ensinou a não violência e te disse para amar seus vizinhos mas o estado te encoraja a votar em pessoas que usarão a violência do governo para se intrometer na vida dos outros. Em qual deles você acredita?

Para aqueles prestes a apedrejarem uma mulher adúltera — Jesus disse “quem não tiver pecado que atire a primeira pedra”. Mas o estado diz que é tudo bem trancafiar alguém que tenha realizado algo de mau gosto como a prostituição. Em qual deles você acredita?

O Deus Cristão diz “tu não cobiçarás” mas a cobiça é o SANGUE da besta chamada estado. Você é ensinado a ressentir , desprezar e odiar qualquer um que tenha algo que você não tem. Você evoca o estado para destruir outras pessoas e roubar suas propriedades e dá-las a você, e chama isso de “justiça”. A Bíblia chama de cobiça e roubo.

Vocês não são cristãos, judeus ou muçulmanos, e certamente não são ateus. Vocês todos tem o mesmo Deus e seu nome é Governo. Vocês todos são membros do culto mais maligno, insano e destrutivo da história. Se existe um diabo — ele é o ESTADO. E vocês o adoram com todo o seus corações e almas. Você reza para que ele resolva todos os seus problemas, para que ele satisfaça suas necessidades, que ele derrote seus inimigos e que despeje suas bençãos sobre você. Vocês adoram aquilo a quem Nietzsche chamou de “o mais frio de todos os monstros frios” e vocês odeiam aqueles de nós que não o adoramos. Para vocês o maior pecado é desobedecer o seu Deus — “quebrar a lei” como vocês dizem, como se alguém tivesse a obrigação moral de obedecer às ordens arbitrárias dos megalomaníacos corruptos e mentirosos que infestam esse mundo desprezível.

Até mesmo seus sacerdotes são usualmente traidores de seus próprios ensinamentos religiosos que as ordens de autoridades humanas devem suplantar a aderência às leis dos Deuses em quem eles dizem acreditar. Muitos anos atrás eu escutei de um cuzão evangélico todo pomposo que qualquer um que desobedecesse a “autoridades civis”, seja ele um rei ou o governo, estaria se rebelando contra Deus. Com essas exatas palavras.

E se o governo estiver fazendo algo errado? Bem, este apologista do diabo disse que “isso é da conta daqueles dentro do governo e ainda assim você é obrigado a obedecer”. EM cada lugar que você vai, seja o Estado ou a Igreja, a Mídia ou Escolas, você é ensinado uma coisa acima de todas as outras — A VIRTUDE DE SE DEIXAR SUBJUGAR À OUTROS MORTAIS QUE ALEGAM TER O DIREITO DE MANDAR EM VOCÊS.

É nauseante essa reverência com que vocês falam de mentirosos e ladrões cujos pés estão firmemente plantados em seus pescoços. Vocês chamam os congressistas e juízes honoravelmente e vocês tem uma síncope com a magnificência dos lugares que eles habitam; Os templos que eles construíram para celebrar a dominação sobre a Humanidade. Vocês sentem orgulho de dizer que cumprimentou um senador ou viu o presidente em pessoa. É, claro — a grande deidade em pessoa. Sua alteza real. O presidente dos Estados Unidos da América –vocês falam do título como se referissem ao Deus Todo Poderoso. O vocabulário mudou um pouco, mas sua mentalidade não é diferente dos camponeses que rastejavam, caras na poeira com um sentimento de inutilidade e humilhação quando estavam na presença de quem quer que se declarasse seus mestres de direito. A verdade é que então e hoje, esses parasitas que se declaram “líderes” não são seres superiores, não são honoráveis, ou sequer medianos.

As pessoas que ganham a vida honestamente desde os empreendedores sofisticados e milionários até o trabalhador braçal fazendo os trabalhos mais simples — essas pessoas merecem seu respeito; tais pessoas devem ser tratadas com cortesia e civilidade. Mas as fraudes que alegam ter o direito de mandar em vocês  e exigem sua subserviência e obediência — elas merecem somente seu escárnio e desprezo.

Aqueles que desejam “altos cargos” são os piores dos piores. Eles podem se vestir melhor e ter mais vocabulário e serem melhores em suas safadezas, mas eles não são melhores que batedores de carteira, assaltantes e ladrões de carros.

De fato, eles são piores porque eles não querem roubar somente seus bens, eles querem roubar a sua humanidade, retirar o seus livre-arbítrio ao lentamente sugar sua habilidade de pensar, discernir e agir. Reduzir vocês a escravos tanto em corpo quanto em mente. E você ainda persiste em chamá-los de “líderes”. Líderes?! Aonde você pensa que vai que você precisa de ter um líder? Se você viver sua própria vida e cuidar somente dela, exercitar seus talentos, perseguir seus sonhos, tentando ser o que você acha que você deveria — que necessidade você teria de ter um líder?

Vocês já pensaram sobre as palavras que vocês escutam; as palavras que vocês repetem? Vocês papagueiam termos paradoxais como “líder do mundo livre”. Pretendendo ainda que somente por um momento estar em uma gigantesca jornada ou  enorme batalha em que a nação inteira está lutando junta que necessitaria de um líder — por quê você pensaria mesmo que por um momento que os safados que infestam esse mundo são pessoas que você deveria escutar, imitar ou seguir a algum lugar?

Em algum lugar dentro de seus cérebros dormentes vocês bem sabem que políticos são todos corruptos e ladrões; Vigaristas, oportunistas, exploradores e semeadores de medo. Vocês sabem de tudo isso. Ainda assim vocês falam como se vocês fossem aqueles que são animais estúpidos e perversos… enquanto os grandes e sábios políticos são os modelos de comportamento; os professores sem os quais a civilização não existiria. Vocês pensam que esses safados são quem faz a civilização possível? Que crença seria mais absurda do que essa?! Ainda assim, eles fazem seus rituais pseudo-religiosos decidindo como eles irão controlá-lo essa semana, chamando a esse controle de “lei” e continuando a tratar essas demandas arbitrárias como se elas fossem decretos divinos que nenhuma pessoa decente jamais deveria desobedecer. Vocês foram tão doutrinados pelo culto à adoração do Estado que vocês se chocam quando uma pessoa sã explica o óbvio.

O mero fato de que os corruptos escreveram algo e declararam que suas ameaças seriam leis não significa que qualquer ser humano em qualquer lugar tenha a mínima obrigação moral de obedecer. A cada momento em cada dia em cada lugar e em cada situação você tem a obrigação moral de fazer aquilo que VOCÊ acha ser o correto… não o que aquilo que um saco de vento inflado e desiludido acha que é legal. E isso significa determinar o que é certo ou errado por VOCÊ MESMO — uma responsabilidade da qual você gasta tempo demais tentando se esquivar. Você proclama o quão orgulhoso você é por respeitar a lei e expressa seu desprezo por qualquer um que se acha acima dessas “leis”. Leis nada mais são que os desejos egoístas de tiranos e ladrões. A palavra crime já significou “um ato danoso a outra pessoa”, agora significa: desobediência a qualquer uma da miríade de demandas arbitrárias advindas de uma classe parasítica de criminosos. Se para você o termo “crime” é sinônimo de “pecado”, implicando que aqueles cujos decretos estão sendo desobedecidos devem ser uma espécie de Deuses… quando na verdade eles se parecem mais com sanguessugas.

A própria frase: “fazer justiça com as próprias mãos” expressa perfeitamente o sacrilégio que é em seus olhos para um ser humano assumir a responsabilidade de julgar certo e errado e agir de acordo ao invés de fazer o que você faz — obedecer sem pensar aos desejos caprichosos que esse grupo de vermes vomita.

Vocês glorificam essa classe criminosa como “legisladores” e acreditam que ninguém é pior que um “fora da lei”; alguém que ousa desobedecer aos “políticos”. Do mesmo modo vocês falam com reverência devota os “policiais” — aqueles que impôem à força os desejos dos políticos sobre nós. Quando o estado usa violência vocês imaginam que ela é inerentemente correta e justa, e se alguém resistir em seus olhos eles são vagabundos desprezíveis; Terroristas e criminosos fora da lei.

Como os terroristas e criminosos fora da lei que ajudaram escravos a fugir das plantações.
Como os terroristas e criminosos fora da lei que ajudaram judeus a escapar da máquina da morte do terceiro Reich.
Como os terroristas e criminosos fora da lei que foram esmagados ate a morte pelos tanques do governo vermelho chinês na Praça de Tiananmen.
Como todos os terroristas e criminosos fora da lei da que tiveram a coragem de desobedecer um fluxo infinito de tiranos e opressores que chamara a isso de violência, autoridade e lei. E isso incluiu os terroristas e criminosos fora da lei que fundaram esse país.

Tudo em que você pensa está de cabeça para baixo, de trás para frente e invertido.
Mas o que é pior… a sua maior insanidade está no fato que você vê como terroristas violentos as únicas pessoas do planeta que se opõem à iniciação de violência contra outros seres humanos — Anarquistas, Voluntaristas e Libertários.

Suas crenças são esquizofrênicas e auto contraditórias.
Por um lado vocês ensinam aos jovens escravos que a violência nunca é a resposta.
E por outro lado vocês defendem que todos em todo lugar e a todo o tempo sejam controlados, vigiados, tributados e regulados através da força do governo. Em resumo, vocês estão ensinando às suas crianças que os mestres podem usar violência sempre que eles quiserem, mas que os escravos nunca devem resistir. Vocês doutrinam seus filhos a viver um vida de subserviência irracional e sem esperanças. Vocês colocam correntes em seus pequenos pescoços e apertam os cadeados. E o pior de tudo — vocês se sentem bem sobre isso.

De um lado vocês condenam os males do fascismo e do socialismo e lamentam as injustiças de regimes como os de Hitler, Stalin and Mao… enquanto do outro vocês pregam exatamente o que eles fizeram. A adoração do Coletivo; O subjugo de cada indivíduo à insanidade maligna que carrega o rótulo enganador de “o bem comum”.

Vocês ficam repetindo bobagens sobre diversidade e mentalidade aberta e então imploram aos seus mestres que regulem e controlem cada aspecto da vida de todo mundo, criando um enorme rebanho de insetos conformistas e não pensantes. Vocês vestem roupas diferentes e mudam o cabelo achando que isto faz vocês serem diferentes. E ainda assim suas mentes estão escravizadas pelo mesmo clube de mestre e controladores. Vocês pensam o que eles mandam vocês pensarem enquanto se imaginam progressivos e iluminados.

De sua posição de conforto e segurança relativos você condena os males de outras terras e outros tempos, enquanto finge não ver as injustiças acontecendo em sua frente. Você diz para si mesmo que se você tivesse vivido nestes outros lugares e naqueles tempos você estaria entre aqueles que se levantaram contra a repressão e ajudaram os oprimidos. Mas isso é uma MENTIRA. Você estaria junto com o resto das ovelhas bem treinadas, fazendo barulho para que os escravos fossem torturados, que as bruxas fossem queimadas, e que os não-conformistas e rebeldes fossem destruídos.

Como eu sei disso? Por que isso é EXATAMENTE isso que você está fazendo hoje.
As injustiças de hoje em dia são populares e estão na moda. E aqueles que resistem a elas (vocês dizem a si mesmos) são nada mais que malucos e chorões; Pessoas cujos direitos não importam; Pessoas que merecem ser esmagadas sob a bota da autoridade.
Não estou certo? Seu bando de hipócritas covardes e que não pensam.
Olhem se no espelho…olhem bem o que vocês imaginam ser bondoso e correto.

As multidões de milhares de pessoas aplaudindo fervorosamente os discursos de Adolf Hitler — eram vocês. A turba exigindo que Jesus Cristo fosse pregado na cruz — eram vocês. Os invasores brancos que celebravam a destruição completa daqueles “Peles Vermelhas sem Deus” — eram vocês.

Através da história sofrimentos perpétuos e injustiça ocorreram em uma escala incompreensível — e tudo por causa de pessoas exatamente COMO VOCÊS — os conformistas bem treinados e doutrinados; As pessoas que faziam do jeito que eram mandadas e orgulhosamente se curvavam perante seus mestres, e que seguiam a multidão acreditando no que todo mundo acredita e pensando em tudo que as autoridades dizem para elas pensarem. — são vocês!

E a sua ignorância não é porque a verdade não está disponível a vocês. Existiram radicais a pregando por milhares de anos. Não. Vocês são ignorantes porque vocês desprezam a verdade com todo o seu coração e alma. Vocês fecham seus olhos quando um pedaço da realidade para em suas frentes. Vocês os condenam como extremistas e grupos marginais; Aqueles que tentam mostrá-los as correntes que vocês usam — porque vocês não querem ser livres. Vocês não querem sequer ser humanos. A responsabilidade e a realidade amedrontam vocês tanto que vocês se agarram à sua própria escravidão e brigam com aqueles que tentam libertá-lo dela. Quando alguém abre a porta de sua gaiola vocês se agacham no canto e gritam “fechem ela, fechem ela!”.

Enquanto alguns de nós estamos tentando salvá-los, nós desperdiçamos esforço suficiente para convencê-los que vocês devem ser livres, tudo o que vocês tem de fazer é cuspir de volta o que seus mestres lhes ensinaram; Que a liberdade somente leva ao caos e à destruição, enquanto que a obediência e subserviência levam à paz e à prosperidade.

Não há pior cego que aquele que não quer ver. E vocês… são uma nação de ovelhas que prefeririam morrer a ver a verdade.

Compartilhe:
Tags dos artigos:
·
Categorias dos artigos:
Libertarianismo
banner
Foto de perfil de Larken Rose

É um ativista libertário que ficou preso por questionar a receita federal americana.

Comentários para O mais belo e poderoso discurso libertário de todos os tempos

  • Profunda essa reflexão,pois subserviência ao estado e suas autoridades cegam as pessoas e tornam-as brutalizadas,ignorantes e medrosas ao mesmo tempo…
    Viva a liberdade de expressão e relembrando as palavras do Cristo,”e conhecereis a verdade e ela vos libertarás”,sempre me apoiei nesse versículo,pois ele resume tudo,a Liberdade é fundamental e os grilhões do estado devem ser desmascarados para o nosso bem…

    mauricio barbosa 2 de novembro de 2016 15:29 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *