banner
4 meses atrás
1335 Visualizações
5 0

Elon Musk, Uber, Trump, corporativismo e o famoso “eu avisei”

Escrito por
Compartilhe:

Elon Musk está muito, mas muito longe mesmo, de ser um libertário ou mesmo liberal. Nesse jogo completamente imundo, que é a política, ele adota a filosofia maquiavélica de que os fins justificam os meios e que por isso vale tudo. A notícia de que ele agora faz parte do Conselho do Donald Trumpjuntamente com Travis Kalanick – outro empresário corporativista e fundador do Uber que merece ser denunciado, como fez o Paulo Kogos aqui – apenas mostra isso.

O que me deixa mais perplexo é que Elon Musk preferia a democrata Hillary Clinton (que dispensa quaisquer comentários) na presidência. Motivos? As políticas econômicas e ambientais da democrata. Ele apoiava a pior candidata (dizer que ela é a pior não é o mesmo que dizer que o Trump é bom) pelos motivos mais perversos. É óbvio que ele apoiava a Hillary pelo fato da sua política o beneficiar mais. Quanto ao Kalanick, idem, ele queria a Hillary pelos mesmos motivos e ainda chegou a declarar que “se mudaria para a China se o Trump ganhasse”. É óbvio que ele não hesitaria em aceitar uma vaguinha de conselheiro se o próprio Trump o convidasse e é óbvio que os libertários utilitaristas, left-libs, randianos e todo o lado negro do meio libertário (aqueles que abraçam o establishment quando convém) comemoram.

Elon Musk obviamente manterá os planos ecofascistas (ecologismo corporativista) e o seu objetivo inútil de colonizar Marte, que virá certamente de dinheiro roubado ou de lucros distorcidos por meio de intervenções triangulares. Afinal, não existe incentivos para tal empreitada no livre mercado tem quem enxergue alguma utilidade em viajar para um planeta deserto e inóspito nem que para isso se use os meios mais despóticos, i.e., acordos com o governo.

Porém, ainda assim existirá quem continue fã de um fascista* com roupagem de libertário. E vão acreditar que gente como Elon Musk, Travis Kalanick  fazem um bem enorme ao mundo. Na verdade não passam de lobos em pele de carneiro.

Nota:

* O fascismo é caracterizado muito mais pelo corporativismo do que pelo reacionarismo. O Partido dos Trabalhadores, por exemplo, é certamente mais fascista que os outros partidos políticos brasileiros. Mas sabe como é que é, esquerdistas em geral amam chamar os outros do que eles são e acusar os outros do que eles fazem.

Compartilhe:
Tags dos artigos:
·
Categorias dos artigos:
Notícias
banner
Foto de perfil de Luciano Takaki
https://miscelanearadical.wordpress.com

Austrolibertário, praxeologista, antipolítico, cristão, contribui para os sites Foda-se o Estado e Instituto Rothbard e escreve periodicamente para o seu blog Miscelânea Radical (https://miscelanearadical.wordpress.com).