banner
2 meses atrás
2864 Visualizações
3 0

Bitcoin supera US$ 850, maior nível desde 2014 e valorizou quase 50% sobre o real em 2016

Escrito por

O bitcoin experimentou uma alta de 5% na manhã desta quinta-feira (22) e atingiu seu maior valor em três anos, mais do que dobrando seu valor somente neste ano de 2016. Com isso, a somatória de criptomoedas em circulação no mundo bateu um novo recorde e atingiu US$ 14 bilhões. De acordo com a Bitstamp, cada bitcoin agora está sendo comercializada ao equivalente a US$ 875, maior valor registrado desde janeiro de 2014. O valor impressiona, principalmente se levarmos em consideração que no começo do ano cada bitcoin correspondia a US$ 435. Naquela época, analistas indicavam que o baixo valor não duraria muito tempo, já que o yuan, dinheiro usado na China, passava por uma desvalorização e isso contava a favor do bitcoin. Com o numerário em baixa, os chineses começaram a adquirir mais bitcoins, o que contribuiu para a alta registrada hoje. Apesar disso, o melhor momento do bitcoin foi registrado no fim de 2013, quando cada moeda chegou a valer US$ 1.163. O problema é que naquela época não havia tanto dinheiro circulando na forma da criptomoeda, algo só foi acontecendo nos anos seguintes. Hoje, com mais bitcoins em circulação, o valor total do dinheiro criptografado ultrapassou a marca dos US$ 14 bilhões.

Neste mês de dezembro, a moeda digital registra alta de quase 18% em meio a compras intensas da Índia e da China, com os investidores buscando se proteger contra a desvalorização das moedas e a falta de caixa.

Os compradores europeus e americanos também foram relevantes para o volume de negociações, com os investidores buscando segurança após mudanças políticas dramáticas na economia mundial.

A bitcoin é uma moeda digital e não tem suporte de nenhum governo ou banco central que a regule ou emita. Ela pode ser utilizada para comprar bens e serviços de lojas e varejistas na internet ou fora dela.

O bitcoin teve desempenho financeiro melhor do que o índice Ibovespa em 2016, apontou levantamento da Economatica, feito com base em dados do site de intermediação de compras de moedas digitais, “Mercado Bitcoin”. No acumulado de 2016 até o dia 12 de dezembro, o bitcoin registrou valorização de 49,75%. No mesmo período, o Ibovespa avançou 36,52%. Em comparação, o dólar teve retração de 13,7%, enquanto o euro recuou 15,85%. Já as cotações do ouro apresentaram recuo de 8,12%.

Nos últimos dois anos, desde 31 de dezembro de 2014 até 12 de dezembro de 2016, a moeda digital também foi o ativo de maior valorização, acumulando alta de 200,66%. No período, o Ibovespa avançou 18,34%, enquanto o dólar subiu 26,86% ante o real.

Em 2015, a moeda digital obteve valorização de 100,77%. Naquele ano, o rendimento do Ibovespa foi negativo em 13,31%. O dólar em 2015 apresentou valorização de 47,01%, e o euro, de 31,71%.

 

Compartilhe:
Tags dos artigos:
·
Categorias dos artigos:
Notícias
banner
Foto de perfil de Uatá Lima

Corretor de imóveis, investidor em criptomoedas, empresário no ramo de startups, desenvolvedor de websites, aplicativos móveis para smartphones e desktop. Anarcocapitalista agorista e absolutista ético.